Beijing acelera desenvolvimento como centro nacional de inovação

(Alpha Test Xinhua)

2  MIN LEITURA

Beijing, China (Alpha Test Xinhua) – Beijing fez progressos significativos em 2019 na transformação da cidade em um centro nacional de inovação.

De acordo com o relatório de trabalho do governo apresentado neste domingo na terceira sessão da 15ª Assembleia Popular Municipal de Beijing, a cidade emitiu 30 medidas no ano passado para promover a reforma institucional na gestão de pesquisa e desenvolvimento (P&D) e para melhorar o ecossistema de inovação.

Em 2019, a intensidade de gastos em P&D da cidade atingiu cerca de 6% do seu PIB, e os pedidos de patentes de invenção aumentaram 13,1%. O valor contratual das transações de tecnologia totalizou quase 570 bilhões de yuans (US$ 82,4 bilhões).

Também houve progresso significativo no desenvolvimento das “três cidades científicas e uma área de alta tecnologia” na capital chinesa, incluindo a Cidade Científica de Zhongguancun, a Cidade Científica de Huairou, o Parque Científico do Futuro de Beijing e a Área de Desenvolvimento Econômico-Tecnológico de Beijing.

Na Zona Nacional de Demonstração de Inovação de Zhongguancun, foram criadas no ano passado 22 incubadoras de tecnologias chave e essenciais para criar mais empresas de tecnologia e foram lançados mais de 100 novos produtos e tecnologias.

Além disso, o investimento das empresas em pesquisa e desenvolvimento cresceu cerca de 16% no ano passado na zona de demonstração e a receita total das empresas na zona atingiu 6,5 trilhões de yuans (aproximadamente US$ 1 tri), uma alta de 10% ante 2018.

A zona agora conta com 82 unicórnios, ocupando o primeiro lugar na China.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.